TCS

Wicca para Iniciantes

Hoje em dia, é comum as pessoas ouvirem falar sobre Wicca, pois o número de adeptos da religião está crescendo. Com isso, cresce também o número de pessoas que têm interesse genuíno, porém não conhecem muito sobre as bases da religião, ou o que fazer para começar a praticar, como funciona. Esse texto tem o objetivo de tirar algumas dúvidas e alguns "tabus" que existem sobre a Wicca.

Em primeiro lugar, o que é Wicca?

Wicca é uma religião neo-pagã, o que significa que remonta às religiões pré-cristãs: nós cultuamos os Deuses Antigos. Porém, não os cultuamos da mesma maneira que os povos antigos. Afinal de contas, estamos em outros tempos, com um entendimento diferente da realidade que nos cerca.

Em nossa religião não há sacrifícios animais ou humanos ou qualquer outro tipo de prática ritualística que viole a vontade dos membros. Respeitamos e cultuamos a própria Natureza, pois Ela é a própria Divindade.

Cultuamos a Divindade nos princípios masculino e feminino, pois é da união dos dois que vem a vida. A Deusa e o Deus são a própria criação.

Como diz a Lei Hermética da Polaridade, tudo contém seu oposto; assim, nossos Deuses são tanto o aspecto criador, quanto o aspecto destruidor da natureza. Não existe bem ou mal, existe Luz e Sombra, Ordem e Caos, Vida e Morte. Todos são importantes, pois se não há a morte de algo, outra coisa não pode nascer. E assim, nós, Wiccanos, celebramos o ciclo da vida, do Sol e da Lua. Celebramos o nosso próprio ciclo pessoal de vida e morte.

Wiccanos não são meros observadores do ciclo; Wiccanos são responsáveis por fazer a Roda continuar girando. Celebramos a Roda Solar, nos solstícios, equinócios e datas intermediárias a eles. Celebramos a Lua Cheia a cada mês, e a cada ritual honramos os Deuses e agradecemos suas bênçãos. Trazemos para nossas vidas e para a comunidade aquilo que achamos necessário.

A Wicca é uma religião sacerdotal. Isso significa que todos aqueles que se tornam Wiccanos são sacerdotes e sacerdotisas. Não existe um sacerdote e vários fiéis, como nas igrejas. TODOS os Wiccanos fazem toda a prática e têm o conhecimento sacerdotal.

Então, para que você se torne um sacerdote iniciado, deve passar por um período que se chama Dedicação. A Dedicação é um período de no mínimo um ano e um dia. Na Dedicação, você vive a energia de cada celebração, cada estação, conhece os Deuses, e principalmente SE conhece. Estuda mitologia, magia, pratica meditações, estuda um pouco de cada sistema mágico, aprende a usar um oráculo, entre outras atividades.

Dentro de uma Tradição, você terá alguém responsável por seu treinamento (o termo dedicador é restrito a algumas tradições - o seu dedicador é que lhe dará tarefas). Como solitário, é você quem vai decidir o que quer estudar e praticar.

Apesar de algumas tradições de bruxaria não aceitarem, a Tradição Caminhos das Sombras reconhece a auto-dedicação e a auto-iniciação como um caminho igualmente válido de sacerdócio, bem como o caminho solitário. Independente do tipo de treinamento, se ao final do processo você estiver pronto, e se realmente for o seu caminho, você se tornará um Sacerdote Wiccano. Sua sacerdotisa/sacerdote e os Deuses te reconhecerão como um iniciado.

O Iniciado, então, passa a estar sujeito à chamada Lei Tríplice. Esse é um conceito muitas vezes equivocado para algumas pessoas.

O que é, realmente, a Lei Tríplice?

Bom, em primeiro lugar, é importante lembrarmos da Lei da Causa e Efeito: para toda ação há uma reação. Isso não se aplica apenas à magia, mas também à física, como nós sabemos. Todas as pessoas estão sujeitas a isso.

Em um nível mais profundo, que na magia tem extrema importância, isso quer dizer que nós somos responsáveis por todos os nossos atos, e assim pelas conseqüências deles. Um bruxo deve ser capaz de reconhecer sua responsabilidade por seus atos, sejam eles mágicos ou não, e aceitar as conseqüências deles, sejam elas boas ou não. O Conselho Wiccano parte desse princípio: "faça o que quiser, sem a ninguém prejudicar".

A Lei Tríplice passa a atuar apenas a partir do juramento de Iniciação, em que o sacerdote se submete a ela. A partir de então, a cada ação, haverá um retorno triplicado.

Por quê?

Exatamente porque, ao se iniciar, o sacerdote faz um compromisso de ser a representação dos Deuses, e assume responsabilidade perante a Eles. Por isso, não é um juramento a ser feito da boca para fora. A escolha de ser iniciado, ou de se iniciar, exige comprometimento, exige honrar a sua palavra. Por isso o período de dedicação é tão importante. Ele é o período de experiência, para que, ao final dele, você tenha total certeza de sua escolha.

Talvez isso assuste algumas pessoas, mas não é esse o objetivo. O processo de dedicação (e mesmo depois) é realizador. Conhecemos os Deuses, aprendemos muito, conhecemos a nós mesmos. E depois que a Deusa toca o seu coração, você nunca mais será o mesmo.

Aileen Daw
Sacerdotisa da Tradição Caminhos das Sombras

Veja no fórum mais informações para iniciantes na Wicca!

Bibliografia recomendada para quem quer estudar Wicca